Vulvite em mulheres: os primeiros sintomas e tratamento em casa

A zona intima da mulher tem uma estrutura anatomica especial: as dobras e os tecidos da vulva sao cobertos por uma pele delicada e uma fina membrana mucosa. Tais caracteristicas tornam possivel um trauma facil com o desenvolvimento subsequente de sinais de processos inflamatorios. E a sua presenca que leva a uma doenca chamada vulvite.

Vulva – uma vulva, que inclui a area pubica, labios (grande e pequeno), o clitoris, o vestibulo e o da prostata, no perineo, tomada uretral externo termina.

Causas de doenca

Fatores que contribuem para a progressao da doenca sao diversos. Vulvit pode desenvolver-se independentemente ou ser uma consequencia de outras condicoes patologicas. As principais causas da doenca sao:

  • higiene insuficiente de orgaos intimos;
  • uso de roupas intimas feitas de material sintetico ou modelos inconvenientes;
  • prevalencia no guarda-roupa de roupas apertadas de tecidos densos;
  • uso indevido de higiene feminina significa;
  • dano mecanico.

Muitos casos de desenvolvimento de vulvite estao associados ao enfraquecimento da defesa imunologica. E nesses periodos que o corpo de uma mulher e incapaz de lutar contra microorganismos que o atacam do ambiente externo: bacterias, virus, infeccao fungica. Os seguintes fatores aumentam o risco da progressao da patologia:

  • uso a longo prazo de contraceptivos hormonais;
  • tratamento com agentes antibacterianos;
  • radioterapia transferida;
  • efeitos quimicos ou termicos nas membranas mucosas;
  • incontinencia ou corrimento vaginal excessivo;
  • fistulas do intestino ou do trato urinario;
  • doencas venereas;
  • manifestacoes alergicas, acompanhadas por erupcoes cutaneas ou comichao;
  • aumento da sudorese;
  • infeccao com helmintos.

Se uma mulher tem outras doencas: obesidade, diabetes mellitus, disfuncao dos ovarios ou processos metabolicos – ela tem um risco maior de desenvolver vulvite.

Tipos e formas de patologia

Vulvit, surgindo em mulheres, tem varias variedades. Medicos distinguem as formas primarias e secundarias, a natureza do curso da patologia e aguda ou cronica.

A doenca primaria e diagnosticada em meninas ou mulheres que sobreviveram a menopausa. Essa faixa etaria e explicada pelas caracteristicas anatomicas inerentes a cada um desses grupos.

Em uma crianca, as membranas mucosas e a pele dos orgaos genitais sao finas e sua secrecao e alcalina. No contexto da imunidade nao formada na vulva de meninas penetram patogenos de infeccoes ou helminths. Essa combinacao geralmente leva ao desenvolvimento da doenca. O tipo primario de patologia pode ser detectado em um recem-nascido. A causa da infeccao sao os estrogenios da mae, que infectou o feto antes de dar a luz.

Durante a menopausa e depois dela, a mulher sofre transformacao da genitalia mucosa, o volume e a natureza das alteracoes do corrimento vaginal. Tais processos levam ao afinamento e ressecamento das coberturas, sao facilmente traumatizados, sujeitos a ataques bacterianos, que se tornam a principal causa do desenvolvimento de vulvites de natureza primaria.

A forma secundaria da doenca ocorre no contexto de processos inflamatorios em outros orgaos ou sistemas de mulheres.

Vulvite aguda se desenvolve rapidamente, seus sintomas sao pronunciados. A aparencia cronica e uma consequencia do tratamento inadequado ou da completa ausencia dela, tem um carater prolongado com exacerbacoes temporarias ou remissoes. A vulvite atrofica se desenvolve em mulheres com deficiencia de estrogenios no sangue.

Sintomas

Suspeitar que a doenca e ajudada por suas manifestacoes. Os sintomas tipicos da vulvite sao:

  • o aparecimento de inchaco na area genital, sua vermelhidao;
  • a presenca de ulceras, lesoes erosivas nas membranas mucosas e na pele da area intima;
  • sentimentos dolorosos acompanham o processo de miccao, manifestado durante a caminhada ou outros movimentos, amplificados pela palpacao;
  • ha comichao e ardor;
  • excitabilidade nervosa aumentada, disturbios do sono;
  • a aparencia de excrecoes com pus, um azedo, um odor desagradavel ou a caracteristica de vulvite de candida – coagulhou-se;
  • febre;
  • um aumento nos ganglios linfaticos inguinais.

Com os primeiros sintomas da vulvite, a mulher precisa consultar um medico que prescreva um tratamento eficaz. O autodiagnostico e as manipulacoes terapeuticas apenas em casa sao inaceitaveis ??e extremamente perigosas.

Metodos de deteccao de patologia

O aparecimento de um ou mais sintomas da doenca, bem como a sua combinacao – uma boa razao para contatar uma instituicao medica. Um exame medico permite que voce veja a inflamacao caracteristica da vulvite e inicie o tratamento a tempo. Para estabelecer um diagnostico preciso, medidas diagnosticas adicionais ajudam:

  • cultura bacteriologica e pesquisa em citologia;
  • realizacao de analises para revelar doencas venereas;
  • Ultra-som;
  • exame da vagina, suas paredes, colo do utero;
  • estudos de fezes para helmintiase.

Se houver duvida no diagnostico, o paciente e direcionado para um exame mais aprofundado por especialistas medicos: internista, dermatologista-venereologista, alergista, endocrinologista. Isso e necessario para excluir outras doencas.

Tratamento de vulvite

As caracteristicas individuais do paciente, o estado de sua saude determinam a escolha dos metodos terapeuticos. O tratamento da vulvite so e possivel apos a realizacao de procedimentos diagnosticos, analisando seus resultados. A terapia deve ser abrangente e trabalhar na causa da doenca, e nao apenas em suas manifestacoes. A escolha do metodo pode depender da idade do paciente, por exemplo, o tratamento da vulvite em meninas em curso agudo deve ser acompanhado por complacencia com repouso no leito, usando medicamentos poupadores.

Os ginecologistas prescrevem um tratamento abrangente com efeitos gerais e locais. Para tratar a doenca e oferecido por medicamentos tradicionais, juntamente com a aplicacao de metodos tradicionais de medicina.

Receitas populares

Meios para o tratamento de vaginite com base em materias-primas vegetais provaram-se, eles estao disponiveis e populares. A ajuda proeminente e fornecida por infusoes de ervas ou decoccoes usadas para procedimentos como ducha, irrigacao, banhos medicos.

Os medicos recomendam usar uma camomila. Uma colher de sopa de flores secas e derramada com um litro de agua fervente, os pratos sao fechados, embrulhados, deixados para esfriar. O produto resultante e filtrado e usado. Da mesma forma, a infusao de flores de calendula e preparada: a dosagem de materias-primas e agua, bem como o metodo de preparacao sao semelhantes.

Outra solucao para locoes ou syringing e preparada com base na casca de carvalho. Materias-primas vegetais serao necessarias em um volume igual a duas colheres de sopa. Ele derramou 2 litros de agua, pegou fogo e ferveu por um quarto de hora. O caldo e usado apos a filtracao.

Para tampoes e locoes usar mel liquido. O produto da apicultura e impregnado com gaze esteril, injetado na vagina, deixando para efeito terapeutico a noite. O procedimento e repetido diariamente por duas semanas. Em vez de mel, voce pode usar oleo de espinheiro mar.

Para manter a imunidade durante e apos o tratamento, os medicos recomendam o uso de decoccoes de ervas ou chas vegetais na forma de uma bebida. Seus componentes podem ser mae e madrasta, viburno, trevo doce, folhas de inverno.

Instalacoes medicas

O tratamento de vulvite com a ajuda de medicamentos consiste na nomeacao de drogas de efeitos diferentes. A escolha depende das caracteristicas e causas dos processos inflamatorios ocorridos. O doutor pode marcar:

  • agentes antivirais, antibacterianos ou antifgicos;
  • drogas com efeito analgesico;
  • complexos vitaminicos;
  • drogas que fortalecem a imunidade.

Para terapia qualitativa, a escolha de um agente local e importante. O paciente recebe uma receita, que recomenda:

  • pomadas, cremes ou geles para efectuar analgesia inflamacao filmagem capaz, lutar contra bacterias patogenicas ( “sinaflana”, “Levomekol”);
  • supositorios vaginais de acao antifungica (“Clotrimazol”) ou antimicrobiana (“Geksikon”, “Terzhinan”);
  • solucoes anti-septicas para ducha ou lavagem com base em furatsilina, miramistin.

Fortalecer o efeito curativo dos cursos fizioprotsedur. As mulheres sao prescritas eletroforese, irradiacao ultravioleta, terapia a laser.

Complicacoes possiveis

Se a doenca e diagnosticada a tempo e seu tratamento complexo e realizado, o paciente se recupera. Ao realizar todas as recomendacoes medicas, a mulher tem uma grande chance de evitar a recorrencia da vulvite. Situacoes extremamente perigosas em que o paciente ignora os sintomas e nao procura ajuda medica. Nesses casos, o processo patologico se desenvolve, adquire um carater cronico, afetando ainda mais o sistema geniturinario:

  • vagina;
  • colo do utero;
  • trompas de Falopio;
  • ovarios.

higiene exercicio fisico regular, protecao contra doencas, doencas sexualmente transmissiveis, exame pelvico sistematica sao as principais medidas preventivas que nao permitem o desenvolvimento de vulvitis.