VSD e alcool: posso beber cerveja, vinho, vodka com distonia, ressaca

VVD e alcool – existe uma necessidade na rejeicao completa de bebidas alcoolicas em distonia e o que fazer se voce quiser relaxar um pouco durante as ferias? Essas perguntas raramente sao feitas ao medico, embora seja extremamente necessario conhecer as respostas. Alcool muitas vezes afeta o corpo negativamente, para usa-lo contra o fundo de distonia vegetativa-vascular, os efeitos a longo prazo pode ser muito mais perigoso do que uma euforia de curto prazo.

Razoes para a TIR

Dano ao alcool para pessoas com VSD

O abuso de alcool e prejudicial para o corpo, e todos sabem disso. Um alcoolatra cronico e uma pessoa que nao impede que qualquer coisa, inclusive doenca, tome alcool. Mas agora nao estamos falando de bebados, mas daqueles que, em seu diagnostico, o VSD quer beber na empresa para o feriado. Pode ou nao pode usar espiritos fortes, vinho ou cerveja? Os medicos estao inclinados a acreditar que entrar no corpo do alcool etilico so vai agravar o curso e os sintomas da distonia. Esta afirmacao baseia-se nao apenas em observacoes de pacientes, mas tambem em argumentos cientificamente fundamentados.

Alcool em primeiro lugar da uma sensacao de relaxamento, calma, aumenta o humor. Alteracoes positivas semelhantes sao observadas quando se toma uma pequena dose de bebida contendo alcool. Mas, via de regra, as pessoas nao se limitam a um copo de vinho ou a um copo de vodca e, portanto, as consequencias negativas da exposicao ao alcool etilico comecam a aparecer.

O alcool leva a expansao dos vasos sanguineos e isso e considerado um fator contribuinte na reducao da pressao arterial. Parece que tal acao na distonia traz seus proprios beneficios, embora isso nao seja verdade. Apesar de os vasos se expandirem, o coracao comeca a diminuir mais rapidamente com a ingestao de bebidas alcoolicas, o que significa que o enchimento de sangue aumenta, ou seja, ha condicoes que promovem o crescimento da pressao.

Quanto maior o consumo de alcool, maior o estresse no coracao e vasos sanguineos. E necessario levar em conta o fato de que o alcool etilico nao deixa o corpo de uma so vez. Sua concentracao no sangue sera aumentada por varias horas, e todo esse tempo em um modo fortalecido funcionara orgaos vitais.

Outro lado negativo do alcool e a intoxicacao. As bebidas que contem alcool contem substancias que sao venenosas para o corpo. Intoxicacao lanca mecanismos complicados e nao mudar para o melhor funcionamento da maior parte dos orgaos internos, incluindo o sistema nervoso. distonia Vascular – uma doenca sobre o desenvolvimento das quais nao ha consenso. E, portanto, para responder com precisao a questao de como o consumo de alcool afetara o estado geral de saude e impossivel. Mas podemos dizer definitivamente que o alcoolismo, ou seja, o relaxamento sistematico por meio de bebidas alcoolicas, ira agravar durante a patologia e causar ataques de panico recorrentes. VVD e ressaca – mutuamente exclusivas, uma vez que as mudancas no corpo quando a doenca piorar uma ressaca e alcool toxinas afetar adversamente a condicao do sistema nervoso.

Como o alcool afeta uma pessoa depende do tipo de crise que se desenvolve em um paciente no momento de um ataque. No total, existem tres variantes do curso dos ataques – simpatoadrenal, vagoinsular e misto.

Alcool com crises simpato-adrenais

As crises de simpatoadrenal sao tipicas de pacientes com AVI hipertenso. No momento do ataque, o cortex adrenal excreta muitos hormonios – adrenalina e cortisol, o que leva a um estreitamento dos vasos. Consequentemente, um salto na pressao sanguinea e observado, os batimentos cardiacos sao acelerados, o suor frio e liberado e o desejo de urinar. Manifestacoes tipicas para essa variante do curso da doenca e o aparecimento de uma sensacao irracional de intensa ansiedade e panico.

O alcool, tomado em pequenas doses, promove a expansao dos vasos sanguineos. E isso, por sua vez, reduz o risco de ataques de panico. Ou seja, bebidas alcoolicas com crises simpatoadrenais sao possiveis, mas com uma ressalva essencial. A dose de alcool deve ser a mais minima – os medicos recomendam beber um copo de vinho de boa qualidade, 50 gramas de conhaque, uisque ou vodka. Esta quantidade e suficiente para conforto e relaxamento. Mas se voce entender perfeitamente bem que voce nao pode conviver com a dose indicada na empresa, e melhor nao comecar a beber alcool em tudo.

O corpo reage a quantidades excessivas de alcool etilico de diferentes maneiras. Quais sintomas virao a tona depende da sensibilidade dos adenoceptores, da taxa de neutralizacao do etanol, da atividade das enzimas hepaticas. Em caso de uma sobredosagem, ha uma dor de cabeca, fraqueza severa, pressao e ate a temperatura pode aumentar. A exacerbacao da CIV apos o consumo de alcool, em grandes quantidades, e observada na maioria dos casos, e as convulsoes podem durar varias horas.

Alcool para crises vagoinsulares

As principais manifestacoes da crise vagoinsular sao:

  • Vermelhidao da pele facial ou formacao de manchas hiperemicas no fundo da pele palida.
  • Suando abundante, forte salivacao.
  • Ativacao do peristaltismo das partes inferiores do intestino, o que leva a repetidos pedidos de esvaziamento do intestino.
  • A fraqueza que resulta de uma rapida diminuicao da pressao.
  • Opacidade e escurecimento nos olhos.
  • Dor de cabeca ou tontura.
  • Aumento da frequencia cardiaca.

Com tendencia a crises vaginolares, o consumo de alcool provoca vasodilatacao, respectivamente, diminuindo seu tonus ??e criando todas as condicoes para o desenvolvimento da crise. Em alguns casos, as bebidas que contem alcool expandem os vasos sanguineos do cerebro de tal forma que o fluxo sanguineo natural e perturbado e isso causa desmaios.

Vinhos de variedades vermelhas nao sao especialmente recomendados para crises vagoinsulares, seu uso frequentemente leva a ocorrencia de fortes dores de cabeca.

Alcool em crises mistas

As crises mistas na distonia sao caracterizadas pelo desenvolvimento periodico de ataques de panico de ambas as variantes do curso do ataque. Com um curso misto da doenca, o tom dos vasos sanguineos e altamente instavel e varia facilmente dependendo das condicoes climaticas – umidade, temperatura, tempestades magneticas. O alcool aceito aumenta a perda de tonus, o que afeta negativamente o bem-estar.

Pelo que foi dito, pode-se concluir que as bebidas alcoolicas, incluindo a cerveja, consumidas em pequenas quantidades reduzem a ansiedade nas variantes simpatorrenais da distonia. Com outras formas da doenca, essas bebidas so exacerbam as manifestacoes da patologia.

Ressaca no contexto da TIR

Se, ao tomar pequenas doses de alcool, so se sentir o relaxamento e a melhora do tom geral, entao depois de algumas horas a situacao nao e tao radiante. VSD e uma ressaca – duas condicoes, agravando-se mutuamente. Algumas horas depois de consumir alguns drinques de bebidas alcoolicas fortes em pessoas com distonia na maioria dos casos, ha os seguintes sintomas:

  • Aumento da pressao arterial.
  • Sentindo-se quente por todo o corpo.
  • O aparecimento de ansiedade.
  • Dor de cabeca
  • Aumenta a respiracao e palpitacoes.

VSD e ressaca levar ao fato de que o sono e perturbado, uma pessoa nao pode adormecer, e isso aumenta a excitabilidade e irritabilidade. Isto e, em termos de suas manifestacoes, a sindrome de ressaca e bastante semelhante a crise inicial e pode dar um impeto ao desenvolvimento de um ataque. Muitas vezes, para remover as manifestacoes de ressaca, as pessoas bebem de novo um copo ou dois de vinho ou vodka, isto e, eles proprios formam um circulo vicioso, o qual e bastante dificil.

VSD e ressaca aumentam o risco de patologia cardiovascular varias vezes. Foi depois do uso de doses elevadas de alcool no fundo de distonia surgem frequentemente pre-acidente vascular cerebral e PIS, que na ausencia de assistencia medica podem ir em uma forma aguda da doenca.

A ressaca com VSD e mais pesada e e sentida ate o dia seguinte apos a libacao. Nauseas, tremores, respiracao irregular, sudorese – todos os sintomas da sindrome de abstinencia alcoolica foram relatados na maioria das pessoas com distonia por um dia ou dois. uso de alcool e causando um aumento persistente da pressao arterial, que e dificil de se livrar do mesmo aquelas drogas que foram tomadas antes.

Tambem deve ser lembrado que o alcool e extremamente indesejavel para assumir um historico de tratamento medicamentoso da distonia. O alcool etilico reage com muitos compostos quimicos e isso pode levar ao tratamento da doenca, mas ao aparecimento de outro ataque.

O alcool faz pouco bem para pessoas saudaveis, mas e muito mais perigoso para quem ja tem doencas cronicas. Portanto, e sempre necessario avaliar todos os possiveis efeitos negativos das bebidas contendo alcool no organismo. Mesmo a menor deterioracao no estado de saude no dia seguinte apos um feriado feliz nao deve, provavelmente, comecar a se deixar levar pelas bebidas alcoolicas.