Neurose ou esquizofrenia: como distingui-las umas das outras

A neurose e as doencas mentais endogenas, incluindo a esquizofrenia lenta, na psiquiatria sao consideradas conceitos diretamente opostos. O primeiro e o terapeuta, o segundo e o psiquiatra. A neurose sempre tem um comeco, um ponto de partida; houve uma vez algum tipo de situacao psico-traumatica longa ou aguda: excesso de trabalho, perda, estresse, medo, doenca grave, etc. Na esquizofrenia, e impossivel identificar tal causa, esta doenca e causada geneticamente e e cronica, mas prossegue continuamente ou na forma de convulsoes. Ate o alcoolismo, o estresse e o trabalho apenas provocam a manifestacao da doenca, mas nao sao sua causa.

Consequentemente, o medo de que a neurose possa passar para a esquizofrenia e infundado.

Principais diferencas de estados

O neurotico, em contraste com o esquizofrenico, mantem uma atitude critica em relacao a sua condicao. Ele percebe que ele tem problemas, ele e superado pelo medo de que algo ruim possa acontecer com ele. Como resultado, o neurotico tenta ativamente entender sua condicao, ele procura medicos, passa por exames. Nao encontrando uma confirmacao objetiva das queixas do paciente, os medicos o encaminham para um terapeuta.

Em uma psicose absolutamente outro comportamento observa-se. Estando neste estado, o paciente nao e capaz de nomear a data atual, para esclarecer sua localizacao, talvez ate se identifique com outra pessoa. O paciente dividiu as funcoes mentais principais – pensamento, vontade, emocoes. Mesmo na saida da psicose, nao se pode falar definitivamente sobre a norma: uma pessoa e um tanto acritica ao mundo circundante e a si mesma, ele e suspenso, seu comportamento e estranho, as afirmacoes sao ridiculas e sua maneira de pensar e intrigante. O paciente e sobrecarregado pela falta de compreensao de si mesmo, perda de vontade e emocoes. Mas ele nao se apressa a medicos, mas tenta esconder problemas.

Alucinacoes

Decepcoes da percepcao – alucinacoes e delirios – muitas vezes ultrapassam os esquizofrenicos em um estado de psicose. Nos neuroticos, esses disturbios tambem acontecem. Mas eles os tem simples em conteudo e a curto prazo, mas sao mais comuns quando adormecem ou acordam. Em neuroticos, estes sao pensamentos ou melodias repetitivas, partes de replicas ouvidas. Tambem pode ser uma imagem visual – um ponto de luz ou pontos, padroes ou imagens.

Na esquizofrenia, as alucinacoes sao de carater violento. Vozes argumentam, criticam o “mestre”, incutindo medo nele. O paciente sente a influencia de alguem sobre si mesmo, como se alguem o obrigasse a fazer alguma coisa, falando, interferindo em seu corpo. O paciente pode “sofrer” a acao de certos raios, aparelhos.

O esquizofrenico tem certeza de que as vozes falam apenas com ele e so ele e capaz de ouvi-las.

Delirium

Ideias ilusorias sao a prerrogativa exclusiva dos esquizofrenicos, os neurastenicos nao tem esse disturbio. Convencer um paciente sobre o absurdo de tais crencas e impossivel: ele vai fechar ou responder com agressividade. Nos esquizofrenicos, o delirium tem uma natureza sistemica, substituindo completamente a percepcao real do meio ambiente.

Diagnostico

A diferenca fundamental entre uma neurose e a esquizofrenia reside na preservacao da personalidade neurotica.

O paciente experimenta fraqueza, tem mau humor, mas qualidades pessoais como individualidade, emotividade e proposito permanecem. A neurose e um disturbio reversivel. Apos o curso da psicoterapia, o paciente e capaz de retornar a vida normal, ele sabe reagir de novas maneiras – corretamente – para responder a situacoes de conflito, a dificuldades emergentes.

O esquizofrenico manifesta a sindrome apatico-abulic ao longo dos anos, quando o defeito de personalidade se manifesta – e com anos crescentes – o defeito de personalidade. Ele fica lento, sua capacidade de expressar emocoes e reduzida. Medo, vozes, delirio e outros sintomas relevantes sao intensificados ao longo do tempo. O paciente nao e iniciado e se afasta do mundo real, mergulhando mais fundo no mundo de suas proprias fantasias dolorosas. Esta condicao leva a incapacidade, ate o estado em que uma pessoa e incapaz de se servir.

Para superar o medo de encenar um diagnostico fatal, vale a pena passar por um teste de neurose. As versoes online sao bastante informativas e simples, mas primeiro voce deve ler as instrucoes. Um teste apropriado pode ser realizado por um medico.

Esquizofrenia semelhante a neurose

A esquizofrenia pseudoneurotica e uma das formas de desordem esquizotipica, i.e. nao se refere a esquizofrenia no sentido classico do termo, o que se reflete na classificacao da CID-10.

Neste estado, uma pessoa e capaz de viver mais ou menos confortavelmente por 10 a 30 anos. Durante este periodo, manifestacoes de disturbios psicopaticos, neuroticos, afetivos, despersonalizados e paranoides sao possiveis, i. o paciente e mais atormentado pelo medo e pela neurose. Em tal paciente, o defeito de personalidade nao progride, nao ha sintomatologia alucinatorio-delirante, observe:

  • personagem estranho;
  • labilidade emocional;
  • anseio infundado pelo estudo da filosofia, ensinamentos misticos, teorias abstratas;
  • perda de interesse na propria aparencia;
  • o surgimento de ideias supervalorizadas;
  • medo, medo;
  • declinio na produtividade.

As pessoas ainda tem atividade social, embora sua educacao raramente seja completa. O paciente pode e trabalha, mas e instavel. Ele tenta encontrar um local de trabalho onde nao ha problemas especiais, nenhum esforco deve ser feito. O paciente adquire sua propria familia raramente. O medo existente esta progredindo. Por exemplo, se o paciente estava com medo de andar de bonde, eventualmente ele deixaria de usar qualquer tipo de transporte. Ele sera atormentado pelo medo, talvez levado ao ponto do absurdo. Com uma neurose, uma pessoa tenta superar essas sensacoes – realiza certas manipulacoes para se acalmar, profere algumas frases.

A terapia, neste caso, e um trabalho psicoterapeutico (tanto pelo grupo quanto individualmente) e assistencia na adaptacao social, as vezes o medico prescreve sedativos leves.

Segundo as estatisticas da OMS, a prevalencia de formas manifestas de esquizofrenia e de 0,8% e a de esquizofrenia de crescimento lento e de 2-3%. No entanto, e preciso entender que um estado nao pode entrar em outro estado. Estas sao doencas diferentes.

Terapia

Com a neurose, a psicoterapia ajuda principalmente, em casos raros, a recorrer a ajuda de drogas psicotropicas. Eles sao nomeados por um curto periodo de tempo e usados ??como terapia de manutencao.

A esquizofrenia e tratada, em primeiro lugar, medicamente. Os medicamentos sao prescritos para cursos longos, as vezes ate para a vida toda. A psicoterapia especifica e usada para pacientes reservados.