Ascite na cirrose: tratamento com remedios populares

Doencas do figado muitas vezes levam a complicacoes serias. Entre eles, pode-se identificar os mais perigosos para a vida – cirrose. Nesta condicao, a patologia do figado e combinada com a insuficiencia de outros orgaos e sistemas. A cirrose e agravada pelo desenvolvimento de ascite, que ocorre em metade dos pacientes por 10 anos a partir do diagnostico. A deterioracao da qualidade de vida, o aumento da mortalidade por essa patologia combinada torna mais profundo a compreensao do problema.

Ascite e uma patologia caracterizada pelo acumulo de liquido na cavidade abdominal. Nas pessoas essa doenca e chamada de hidropisia, o volume do estomago do paciente aumenta, sintomas desagradaveis ??e dor aparecem.

Classificacao de ascites

A classificacao moderna separa ascites de acordo com tres caracteristicas: o volume de exsudato (conteudo liquido), a presenca de microrganismos no liquido, as possibilidades da terapia medicamentosa.

Pela quantidade de liquido intraperitoneal:

  • pequeno (determinado por ultra-som);
  • moderada (distensao abdominal quando examinada por um especialista);
  • aumento significativo (pronunciado, distintamente proeminente, simetrico no volume da cavidade abdominal).

Na infeccao do exsudato:

  • esteril;
  • infectado;
  • peritonite espontanea de natureza bacteriana.

De acordo com a resposta a terapia:

  • tratavel
  • ascite estavel, que nao e eliminada pelos diureticos.

Patogenese

A formacao e progressao da ascite na cirrose hepatica ocorre sob a influencia de uma variedade de fatores.

A patogenese deste processo patologico nao e totalmente compreendida, os principais mecanismos sao considerados a liberacao de liquido da corrente sanguinea e da hipertensao portal.

A lesao hepatica complicada e caracterizada por uma diminuicao significativa no funcionamento dos hepatocitos. O corpo deixa de desempenhar suas funcoes.

Nas celulas do figado, a sintese das albuminas diminui. Essas proteinas retem o liquido no leito vascular. Com uma diminuicao na sua concentracao, o volume de sangue circulante diminui devido ao aparecimento de um excesso de infiltrado nas cavidades. Para restaurar o fluxo sanguineo arterial, ha uma producao compensatoria aumentada de aldosterona, que leva a retencao de liquidos no corpo e contribui para o agravamento do edema.

O segundo componente na patogenese da ascite e a hipertensao portal. O aumento da pressao no sistema venoso porta com hipotensao sistemica promove a penetracao de liquido da corrente sanguinea no espaco livre das cavidades.

Um elo importante na patogenese pode ser considerado o aumento do linfoma no figado. Isso cria uma tensao no sistema linfatico. Com o seu fracasso, o excesso de pressao empurra o excesso de liquido para a cavidade abdominal.

Sintomas

O paciente tem sinais de dano hepatico grave. A condicao geral piora, a fadiga cresce.

Sangramento espontaneo possivel: esophageal, nasal, gastrico, intestinal. Aparecem sinais do figado: telangiectasias vasculares (asteriscos) na parte superior do corpo, eritema (vermelhidao) das palmas das maos. Por causa de uma diminuicao na imunidade, a probabilidade de doencas infecciosas aumenta.

Pacientes com ascite com cirrose no estagio inicial podem nao apresentar queixas especificas. A medida que o edema aumenta, o abdome se torna visivel, a pele e esticada e uma rede venosa aparece sobre ela. Progressao da ascite provoca uma violacao da respiracao, miccao, transtorno digestivo. Um grande volume de fluido e a causa da insuficiencia cardiaca.

Diagnostico

O complexo caracteristico de sintomas permite suspeitar do aparecimento de ascite na cirrose. Metodos instrumentais de exame ajudarao a confirmar este diagnostico. Mesmo uma pequena quantidade de fluido e detectada usando ultra-som. Alem disso, e possivel avaliar o grau de envolvimento dos orgaos da cavidade abdominal, o diametro dos vasos portais.

O aumento do tamanho do baco, na maioria das vezes, indica a possibilidade de hipertensao portal.

Para um estudo aprofundado da natureza do fluxo sanguineo atraves do sistema venoso, a dopplerografia e usada. E possivel avaliar a patencia dos vasos, a velocidade de movimento do sangue e a pressao neles. Na ascite, esses indicadores sao significativamente diferentes da norma.

O metodo mais informativo para a ascite e a paracentese – puncao da cavidade abdominal com cerca de infiltrado. Alem de indicadores quantitativos de volume de liquido, e possivel determinar caracteristicas qualitativas: a presenca de globulos vermelhos, leucocitos, proteinas, celulas bacterianas, enzimas.

Tratamento

O tratamento da ascite com cirrose pode ser realizado de 3 maneiras: remedios populares, medicamentos e metodos cirurgicos. E importante acompanhar de perto o curso do processo patologico. Ao menor sinal de progressao da doenca, e necessario rever a terapia em curso com o objetivo de correcao. Podem ser necessarias alteracoes nas doses, substancias ativas ou regimes de tratamento. As vezes, e necessaria uma transicao da medicina conservadora para a cirurgia.

Qualquer que seja a terapia, e necessario comecar com recomendacoes comuns a todos os pacientes. O repouso estrito da cama e indicado apenas para pacientes com ascite grave. Restricao de atividade fisica e recomendada para outros. A ingestao minima de sal de mesa (ate 5 gramas por dia) ajuda a criar um balanco negativo de sodio no corpo e melhora o retorno do fluido da cavidade abdominal para o leito vascular. Restricao do consumo de agua pode afetar adversamente o nivel da pressao arterial, exacerbando a hipotensao central.

Remedios populares

O tratamento de remedios populares “hidropisia abdominal” foi realizado por curandeiros de tempos antigos. Eles prescreviam substancias vegetais para uso oral ou externo. Eles podem ser considerados bastante seguros.

No entanto, nenhum estudo de eficacia foi realizado. Portanto, remedios populares sao usados ??por sua propria conta e risco.

Um forte efeito diuretico tem uma decoccao de vagens de feijao seco. Para cozinhar o suficiente para cozinha-los em banho-maria por 20 minutos. Em seguida, o liquido e filtrado, resfriado e bebido em porcoes iguais 3 vezes ao dia.

Os famosos remedios populares incluem os frutos do damasco. Eles nao so podem tratar a ascite, mas tambem compensar a perda de microelementos no corpo, em particular, o potassio. Use um caldo concentrado de frutas frescas ou damascos secos. Em um dia voce pode beber ate 500 ml do liquido recebido.

Para remover o conteudo ascetico da cavidade abdominal, salsa pode ser usada. A prescricao popular e a seguinte: as folhas da planta sao cozidas por 15 a 20 minutos e elas bebem a bebida resfriada resultante ao longo do dia.

.

Folhas de betula tem um grande potencial para o tratamento de fenomenos estagnados. Eles podem ser usados ??na forma de banhos, envoltorios, decoccao.

Os banhos sao divididos em secos e tradicionais. Na primeira tecnica, as folhas jovens sao deixadas ao sol por varias horas para liberar o suco. Em seguida, eles sao colocados em um banho, o paciente e colocado com ascites la e deixou por uma hora. Procedimentos tradicionais sao realizados com caldo de betula, que e adicionado a agua morna. A duracao e de 30 minutos.

A embalagem e realizada da seguinte forma: o tecido de algodao e impregnado com uma decoccao de folhas de betula. Depois disso, o paciente e envolvido nele. O procedimento e feito todos os dias durante uma hora.

Outro remedio popular e uma decoccao de folhas de betula. E cozido em banho-maria, depois deixado por 6 horas para infusao. A duracao do tratamento e de 14 dias.

Para melhorar o efeito no caldo de betula, voce pode adicionar rabo de cavalo. Esses componentes aumentam as propriedades diureticas um do outro. Tome este liquido e melhor de manha.

Para aumentar a excrecao de liquido atraves dos poros da pele, use as sweatshops quentes. Em receitas populares, aplique flores de lima e mae e madrasta. Devido as propriedades das plantas e a alta temperatura do caldo, a transpiracao intensa e alcancada. Isso reduz a quantidade de exsudado na cavidade abdominal.

Medicamentos

Os diureticos continuam sendo drogas tradicionais para o tratamento da ascite. Os mais eficazes sao: espironolactona, furosemida e bumetanida.

Espironolactona – uma droga que reduz a acao da aldosterona. Eficaz com terapia inicial de ascites. A dose minima de 100 mg por dia pode ser aumentada 4 vezes para garantir diurese adequada. O efeito desenvolve-se dentro de 3-5 dias apos o inicio do tratamento. Durante a aplicacao da espironolactona, e importante monitorar a composicao eletrolitica do sangue.

A furosemida e um diuretico de alca que fornece diurese forcada. A droga e usada em terapia complexa com espironolactona. A dose diaria de furosemida nao deve ser superior a 160 mg por dia. Exceder essa dose leva a disturbios eletroliticos graves.

Quando e necessario substituir a espironolactona, a bumetanida e geralmente usada.

Em pacientes com ascite, a terapia de passo e usada. A limitacao da ingestao de sal e combinada com doses minimas de espironolactona. Na ausencia de efeito, a dosagem da droga e aumentada, a furosemida e adicionada. Ao prescrever diureticos, o controle de eletrolitos no sangue e obrigatorio.

Metodos cirurgicos

Para o tratamento de ascites resistentes aos farmacos, sao utilizados metodos diretos e indiretos. Preocupacao direta: uma laparocentesis e uma derivacao peritoneovenous.

A laparocentese e realizada ao longo da linha media do abdome usando um tubo oco especial – trocarte. E introduzido na cavidade abdominal e o excesso de fluido e removido atraves do cateter conectado. Ao realizar esta manipulacao com uma agulha grossa, existe o risco de danos no intestino (perfuracao).

A derivacao peritoneovenosa e uma valvula unidirecional que se abre para a via venosa. Assim, a medida que a pressao na cavidade abdominal aumenta, o fluido flui sem impedimentos para os vasos. Com alta pressao venosa, a valvula e fechada. Esta manipulacao operativa pode ser complicada por infeccoes, trombose, embolia gasosa. Portanto, metodos cirurgicos sao usados ??quando a terapia conservadora e ineficaz.

As tecnicas cirurgicas indiretas incluem: remocao do baco, transplante hepatico, varios tipos de shunt, ligadura da arteria esplenica, anastomose linfovenosa.

Previsao

O desenvolvimento de ascites na cirrose hepatica e sua progressao sao sinais extremamente desfavoraveis. Sobrevivencia em pacientes com esta patologia e de 50% dentro de 2 anos. Se a ascite nao se presta a terapia medicamentosa, a expectativa de vida e em media 6 meses. A terapia conservadora e os remedios populares podem melhorar o bem-estar do paciente, no entanto, a longo prazo, o transplante hepatico provou ser o metodo mais eficaz.